Sidebar

11
Ter, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou estimativas apontando que cerca de 6,3 milhões de crianças menores de 15 anos morreram em 2017, ou seja, 1 a cada 5 segundos. 

A organização diz que a maioria morre devido a causas evitáveis ​​ou tratáveis, como complicações durante o parto, diarréia, sepse neonatal, pneumonia e malária. E que soluções simples como remédios, água limpa, eletricidade e vacinas, podem reverter essa realidade.

Sendo que a grande maioria dessas mortes - 5,4 milhões - ocorreram nos primeiros 5 anos de vida, metade delas de recém-nascidos. A OMS alerta que sem ação urgente, 56 milhões de crianças menores de 5 anos morrerão até 2030 - metade delas recém-nascidas. 

Ao comentar os dados, Nono Simelela, diretora geral de Saúde da Família, da Mulher e da Criança da OMS, afirmou que "milhões de bebês e crianças não deveriam estar morrendo todos os anos por falta de acesso a água, saneamento, nutrição adequada ou serviços básicos de saúde".

Jornal da CTB

0
0
0
s2sdefault