Sidebar

25
Ter, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O desastre brasileiro ganha contornos cada vez mais preocupantes. Incapaz de uma articulação política que viabilize a governabilidade, formado por uma equipe que só tem feito dificultar e comprometer a governança, em menos de cinco meses o governo Bolsonaro agravou consideravelmente a crise política e econômica.

Os últimos dados do IBGE, divulgados na sexta-feira, não deixam dúvida. Um em cada quatro brasileiros está subempregado. São 28,4 milhões de pessoas subutilizadas. Muita gente. No último trimestre, encerrado em abril, a taxa de desemprego subiu para 12,5%, elevando para 13,2 milhões o número de desempregados.

Acrescente ao triste quadro mais 4,9 milhões de desalentados, pessoas que desistiram de procurar emprego. Para agravar ainda mais a delicada situação, o IBGE confirmou a queda de 0,2% no PIB, no último trimestre.

Com a economia em frangalhos, a desestabilização política se aprofunda. O governo insiste no projeto neoliberal. Corta recursos de importantes instituições, inclusive na educação e saúde. Anuncia a extinção de direitos trabalhistas e políticos, além de restrições às liberdades. O povo começa a ocupar as ruas. O Brasil ferve.

Com informações de bancariosbahia.org.br

0
0
0
s2sdefault