Sidebar

15
Seg, Out

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
Após o primeiro turno das eleições, milhares de posts com conteúdo discriminatório contra nordestinos se espalharam pelas redes sociais, pelo fato de eles serem, em sua maioria, eleitores do candidato Fernando Haddad, do PT.
 

Diante disso, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de todos os estados da região Nordeste divulgou na terça (9) uma nota de repúdio ao discuso do ódio e da intolerância que vem ganhando força no país.

"É crucial, portanto, que o salutar confronto de ideias neste período eleitoral não descambe no discurso de ódio e em manifestações discriminatórias, as quais, por sua natureza, violam o princípio democrático. O crime de racismo, declarado inafiançável e imprescritível pelo Constituinte originário, deve ser repudiado e combatido por todos os cidadãos brasileiros, independentemente de suas convicções políticas e das correntes ideológicas que abracem", diz trecho do documento.

Leia abaixo na íntegra:

Os presidentes de todas as seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil no Nordeste vêm, por meio desta, manifestar o seu repúdio às diversas manifestações discriminatórias contra o povo nordestino que têm sido divulgadas nas mídias sociais desde a divulgação do resultado do primeiro turno das eleições presidenciais em curso.

O Brasil vive um momento crucial em sua democracia e, no processo eleitoral, é legítima a pluralidade de ideias e de projetos políticos que expressem os diversos anseios e ideais da nossa população.

Contudo, as manifestações políticas devem sempre respeitar os princípios e valores fundamentais da ordem republicana, notadamente a tolerância, a dignidade da pessoa humana e o objetivo comum de construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

É crucial, portanto, que o salutar confronto de ideias neste período eleitoral não descambe no discurso de ódio e em manifestações discriminatórias, as quais, por sua natureza, violam o princípio democrático.

O crime de racismo, declarado inafiançável e imprescritível pelo Constituinte originário, deve ser repudiado e combatido por todos os cidadãos brasileiros, independentemente de suas convicções políticas e das correntes ideológicas que abracem.

O delicado momento vivido por nossa jovem democracia exige de todos o empenho por manter a união do povo brasileiro em toda a sua diversidade, não apenas de raça, sexo e cor, mas também de origem.

Os representantes da advocacia nordestina manifestam, pois, seu permanente e intransigente compromisso com os valores democráticos e com o combate a todas as formas de racismo e de discriminação.

OAB Alagoas - Presidente Fernanda Marinela

OAB Bahia - Presidente Luiz Viana

OAB Ceará - Presidente Marcelo Mota

OAB Maranhão - Presidente Thiago Diaz

OAB Paraíba - Presidente Paulo Maia

OAB Pernambuco - Presidente Ronnie Duarte

OAB Piauí - Presidente Francisco Lucas

OAB Rio Grande do Norte - Presidente Paulo Coutinho

OAB Sergipe - Presidente Inácio Krauss

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.