Sidebar

10
Seg, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Pesquisa divulgada nesta quarta (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, aponta que pessoas brancas ganham, em média, 72,5% a mais do que um profissional preto ou pardo em 2017.

Ou seja, em 2017, uma pessoa branca teve rendimento médio de R$ 2.615, já uma pessoas negra (soma da população preta e parda) recebeu R$ 1.516. 

O Instituto indica que o levantamento não apresenta resultados sobre as pessoas identificadas como amarela (pessoa que se declara de origem japonesa, chinesa, coreana etc.), indígena ou sem especificação.

Portal CTB - Com informações do IBGE

0
0
0
s2sdefault