Sidebar

14
Sex, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Diante dos índices alarmantes de desemprego e arrocho da renda, sociedade sinaliza descrédito em relação às reformas executadas pela gestão ilegítima de Michel Temer. Os dados são da 136º pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), que também verificou o clima em torno das eleições 2018.

Reprovação de Temer

A pesquisa mostra que a gestão de Temer só é aprovada por 4,3%. Na análise de desempenho pessoal, Temer alcança 82,5% de desaprovação.

Emprego e renda

Para 31,5% dos entrevistados a geração de emprego no país vai piorar. Em março, o percentual era 31%. Houve queda para aqueles que acham que a geração de emprego vai melhorar (21,7%). em março esse índice era de 28,9%. No quesito renda, 20,6% avaliaram que a renda pode aumentar nos próximos 6 meses, mas esse quantitativo também caiu. Em março essa expectativa era de 23,3%.

Os recuos revelam que a desesperança em relação à expectativa vem crescimento na percepção da sociedade.

Saúde, educação e segurança

Quando perguntados sobre a Saúde no Brasil, 42,9% dos entrevistados acreditam que permanecerá como está. E o percentual dos que disseram que vai piorar também é alto (35,6%). Apenas 18,5% sinalizaram que a saúde poderá melhorar.

Há pessimismo também em relação à Educação. Apenas 21% dos entrevistados acreditam que a situação pode melhorar. Ao passo que 28,8% disseram que ela vai piorar. Já 46,6% dos entrevistados acreditam que o setor ficará da mesma forma.

Em relação a Segurança, 41,9% dos entrevistados creem que a segurança pública vai piorar. Já os que acreditam que a situação permanecerá como está são 37,2%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 12 de maio. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 unidades da Federação das 5 regiões. Está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-09430/2018.

Portal CTB - Com informações do Diap e da CNT

0
0
0
s2sdefault