Sidebar

11
Ter, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Seguidores de Jair Bolsonaro riem de Marielle Franco, assassinada em 14 de março

Dois candidatos do PSL, partido do candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro, destruíram uma homenagem feita a vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro e postaram a foto em redes sociais. O candidato a deputado estadual Rodrigo Amorim e o candidato a deputado federal Daniel Silveira se vangloriam de destruírem a homenagem a Marielle, assassinada barbaramente em 14 de março.

Em sua postagem, Amorim afirma que "cumprindo nosso dever cívico, removemos a depredação e restauramos a placa em homenagem ao grande marechal". E ameaça: "Preparem-se, esquerdopatas. No que depender de nós, seus dias estão contados".

De acordo com o seguidor de Bolsonaro, a placa em homenagem a Marielle estava sobre a placa com o nome da Praça Floriano, nas proximidades da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

“O que importa realmente na atitude desses dois candidatos do PSL é a atitude de total desrespeito à humanidade”, diz Kátia Branco, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB-RJ. “Quem não respeita a memória de uma pessoa assassinada cruelmente, vai respeitar quem?”

Marley e nós

marley foi morto a tiros durante carreata na cidade de muniz ferreira foto delina maltez arquivo pessoal

O cão assassinado com três tiros por Bolsonarista armado

Um cachorro vira-lata foi abatido com três tiros por um integrante de uma carreata de apoio a Bolsonaro, na cidade de Muniz Ferreira, interior da Bahia, no domingo (30).

A dona de Marley, o cão baleado, Delina Maltez afirmou ao G1 que o crime “acabou com a gente”. Ela conta que os seus quatro cães latiam com a passagem da carreata e "um homem saiu do carro e deu um tiro no pé do Marley e, depois que o cachorro correu, ele deu mais dois tiros. Eu pedi, não atire, não atire! Mesmo assim, ele deu mais dois tiros”.

Para a polícia, o atirador disse que se sentiu ameaçado pelo cachorro. “Imagine o sujeito se sentir ameaçado em um desentendimento de trânsito ou em uma situação qualquer”, afirma Flora Brioschi, secretária de Políticas Sociais da CTB-BA. “Quem tem animal de estimação entende muito bem a dor de dona Delina e sua família”.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

0
0
0
s2sdefault