Sidebar

19
Dom, Ago

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na avaliação da categoria, a proposta da Fenaban apresentada nesta sexta rodada de negociações, que ocorreu na terça-feira (7), em São Paulo, segue inaceitável. Os bancos ofereceram apenas o reajuste pelo índice da inflação para salários, PLR e vales e nenhum centavo de aumento real.

Além de não garantir direitos, como o PLR Social e a manutenção do Saúde Caixa nos moldes atuais, a direção do banco ignorou mais de 30 cláusulas do atual acordo coletivo específico de trabalho, denuncia o sindicato dos bancários de São Paulo.

O Comando Nacional dos Bancários orientou a categoria a rejeitar a proposta em suas assembleias estaduais que serão realizadas hoje em todo o país. 

“Nós sabemos que a lucratividade dos bancos está em alta. Portanto sabemos que nossa reivindicação cabe perfeitamente no orçamento dos bancos. Reforçamos a necessidade de aumento real para a categoria”, disse o presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto.

Ele reforça também a importância da mobilização para garantir uma proposta completa e melhor. “Estamos convocando todos os bancários para participar da assembleia em sua base e votar pela rejeição da proposta. Precisamos mostrar aos bancos que não abriremos mão de nenhum direito”.

O Comando orienta ainda que os bancários participem das atividades do Dia do Basta, que acontece nesta sexta-feira, 10 de agosto, em todo o país. Uma nova rodada de negociação com a Fenaban acontece no dia 17 de agosto, em São Paulo.

Portal CTB com Federação dos Bancários de Sergipe e Bahia - Feeb BA/SE

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.