Sidebar

14
Sex, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Assembleia realizada na Universidade de Brasília (UnB) nesta terça (24) decidiu pela greve de trabalhadores concursados e terceirizados como protesto contra os cortes feitos no orçamento do Ministério da Educação (MEC) para o campus. Professores e estudantes, no entanto, ficaram de avaliar adesão ao movimento em nova assembleia a ser realizada na quinta (26).

O movimento externou que a greve é contra déficit da ordem de R$ 93 milhões nas contas deste ano e possíveis demissões.

Com a decisão tomada na assembleia, a partir de hoje (25) todos os serviços administrativos da universidade ficam paralisados, tais como portaria, limpeza e emissão de documentos. De acordo com o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Universidade de Brasília (Sintfub), Maurício Sabino, cada categoria vai manter as atividades com o mínimo de funcionários determinado por lei.

Portal CTB - Com informações da RBA

0
0
0
s2sdefault