Sidebar

11
Ter, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Reafirmando a máxima desmonta e depois privatiza, o Ministério das Cidades cortou R$ 2 bilhões do orçamento para projetos de saneamento básico, em 2018.

De acordo com dados do próprio Ministério, até o final de agosto, foram contratados R$ 783,26 milhões em serviços e obras. 

Realidade nacional

Dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que apenas 38,2% possui política de saneamento básico. Para se ter uma ideia dos 5.570 municípios brasileiros apenas 2.126 têm abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e manejo de resíduos sólidos. 

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault