Sidebar

14
Sex, Dez

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Uma pesquisa do instituto Vox Populi divulgada, nesta terça-feira (29), traz mais notícias ruins para Michel Temer, Pedro Parente e sua turma. Os dados levantados mostram que  55% da população se dizem totalmente contra a privatização das empresas públicas.

“Um alento para mantermos a nossa luta firme em defesa das nossas estatais, principalmente de áreas estratégicas como as ligadas ao setor energético”, diz Victor Frota, dirigente da CTB. “Os golpistas estão destruindo o Estado e entregando nosso patrimônio para empresas estrangeiras”.

vox populi pesquisa privatizacao

A pesquisa, feita entre os dias 19 e 23, ouviu 2 mil pessoas em 121 municipíos e tem uma margem e erro de 2,2%, mostra um precipício entre o atual governo brasileiro e a classe trabalhadora ao indicar que 57% são contra a privatização da Eletrobras, a bola da vez dos golpistas.

Em relação à Petrobras, uma das maiores petrolíferas do mundo, a situação é ainda pior para os privatistas, 60% são contra privatizá-la. 58% não querem o Banco do Brasil e 60% não aceitam a Caixa Econômica Federal nas mãos de empresários.

“O nosso trabalho de denunciar à sociedade o sucateamento dessas estatais para entregá-las por valores muito inferiores ao que valem, surte efeito”, assinala Frota, que também é secretário de Comunicação do Sindicato dos Urbanitários do Distrito Federal.

A favor da privatização das empresas públicas, somente 23%, mesmo assim metade deles são contra privatizar todas as estatais. Em relação aos serviços prestados, 42% acham que ficam mais caros.

Já para 38%, a privatização causa desemprego e 31% acreditam que os salários diminuem. Para 33% as privatizações não trouxeram benefícios para o país e 50% acreditam que não é um bom negócio se desfazer das estatais.

Veja a pesquisa completa aqui

“Continuaremos firmes na resistência ao desmonte do Estado e entrega das riquezas nacionais para derrotarmos os golpistas e com eleições limpas conquistarmos novamente um governo que se norteie pelo interesse da classe trabalhadora e do país", conclui Frota.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

0
0
0
s2sdefault