Sidebar

18
Ter, Jun

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) foi um dos primeiros a subirem à tribuna, na tarde desta segunda-feira (29), para debater a validade da acusação de impeachment contra a presidenta eleita Dilma Rousseff. Com sua costumeira desenvoltura, o paranaense usou seus cinco minutos regimentais para condenar os arquitetos do golpe contra Dilma e fazer uma análise do que está por trás desse momento triste.

"O que deseja com essa situação é a privatização do patrimônio público, a entrega do petróleo, a privatização da água, já sugerida dentro do governo Michel Temer. É o Brasil que está em jogo. Nosso patrimônio energético que está em jogo. Não é o mandato da presidente Dilma Rousseff", explicou, exasperado. Essa linha dura de suporte, denunciando as intenções que movem o impeachment, se repetiu por diversas outras faladas de aliados da presidenta ao longo do dia.

Confira a íntegra da fala de Requião, como postado no Facebook pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR):

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault