Sidebar

24
Sex, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O jornalista norte-americano Glenn Greenwald, ganhador do Prêmio Pulitzer - mais importante premiação dos Estados Unidos - pelas reportagens feitas a partir das revelações sobre as espionagens de agências norte-americanas, denunciadas por Edward Snowden, fala dos fatos do domingo (17) e a atual conjuntura política brasileira à influente jornalista Christiane Amanpour, da maior rede de televisão do mundo a CNN.

“Eles saíram da ditadura apenas em 1985, e é realmente perturbador olhar para eles brincando com a democracia desse jeito”, diz Greenwald. Recentemente ele também criticou os jornalistas brasileiros. 

“Quero discutir o papel da mídia brasileira incitando os protestos e pressionando a saída da Dilma. Como jornalista, não sou brasileiro, mas moro no Brasil há muito tempo, estou chocado com a mídia daqui. Como as Organizações Globo, Veja, Estadão, estão tão envolvidos no movimento contra o governo, defendendo os partidos da oposição”, disse (leia aqui).

A reportagem da CNN critica a ação dos congressistas brasileiros e reitera a análise feita por toda a mídia internacional, a de que a sessão que admitiu o impeachment da presidenta Dilma foi um verdadeiro circo, com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo "Fora" Cunha no centro do picadeiro e o ainda vice-presidente Michel "vaza" Temer na sua sombra (saiba mais aqui).

“É a coisa mais surreal que eu vi em meu tempo como jornalista em qualquer outro lugar, cobrindo política em vários países”, disse Greenwald à CNN.

 Agora assista a reportagem da CNN legendada:

 

Portal CTB - Marcos Aurélio Ruy - Arte no destaque, criação de Jana Homma

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.