Sidebar

15
Seg, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em tempos de discussão sobre possíveis reformas trabalhista e previdênciária, a Eduff lança a coletânea “Trabalho e trabalhadores no Brasil: experiências, deslocamentos, modalidades e resistências" (Eduff, 2017), organizada pelos historiadores Cristiana Costa e Norberto Ferreras. Os artigos que compõem o livro debatem a diversidade temática e a pluralidade de leituras sobre os “mundos” do trabalho, a partir de pesquisas desenvolvidas no Programa de Pós-Graduação em História Social da UFF.

Os temas abordados abrangem do acesso à propriedade de terra à construção de identidades pelas minorias políticas, incluindo a articulação de mobilizações e organizações políticas na luta por direitos. Com isso, os organizadores ampliam o entendimento da dimensão histórica de inúmeros aspectos das experiências de trabalhadores e das ações do Estado brasileiro em relação ao trabalho.

A obra foi dividida em três partes, a partir dos períodos e questões estudadas. A primeira, entitulada “Terra, escravidão e conflitos no Brasil oitocentista”, versa sobre a organização e a dominação dos escravos e dos homens pobres livres no fim do século 19, com o término do Império e ascensão da República Velha. Compreender a dinâmica desse período auxilia no entendimento sobre a construção do conceito de classe trabalhadora, que viria a se formar no século 20.

trabalho e trabalhadores 1

Já a segunda parte, “Experiência de trabalhadores rurais no Brasil contemporâneo: narrativas, deslocamentos e organização política”, agrega reflexões sobre as redes de solidariedade, os deslocamentos e as inquietudes sobre o acesso à terra e resistência dos trabalhadores rurais no interior do país. A partir das narrativas obtidas pelas técnicas da história oral, ganham destaque os vareiros, os tropeiros, os lavradores e as quebradeiras de coco.

“Estado e trabalhadores no Brasil contemporâneo”, última parte do livro, relata as estratégias de controle social dos trabalhadores a partir do Estado, bem como as ideias e práticas de militância para intervir nesse cenário, com o intuito de garantir direitos sociais mínimos.

“Trabalho e trabalhadores no Brasil”, que se inicia com aspectos do início de nossa caminhada republicana, é finaliado com análises das diferentes leituras de projetos de formação para o Brasil contemporâneo.

Fonte: Eduff

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.