Sidebar

20
Qua, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Reconhecido como um dos mais importantes críticos literários do país, Antonio Candido morreu, aos 98 anos, na madrugada desta sexta-feira (12), em São Paulo. O intelectual nasceu no Rio de Janeiro, em 24 de julho de 1918.

Amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Candido um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) em 1980. Sempre atuou em defesa das liberdades democráticas e de um projeto de desenvolvimento que propiciasse a autonomia ao país e maior divisão da riqueza, acabando com a pobreza.

Estreou como crítico literário na revista "Clima", em 1941, ao lado de Décio de Almeida Prado (1917-2000) e Paulo Emílio Salles Gomes (1916-1977). Exerceu a sua função com maestria e inteligência. Considerado por muitos o mais importante crítico literário do Brasil.

Foi professor emérito da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade do Estado de São Paulo (Unesp). Entre suas obras mais importantes estão "Introdução ao Método Crítico de Silvio Romero" (1944), "Formação da Literatura Brasileira" (1959) e "Literatura e Sociedade" (1965).

O velório começou às 9h no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde Candido estava internado, e deve terminar às 16h. A equipe médica não divulgou a causa da morte. Ele deixa três filhas: Ana Luísa Escorel e Laura de Mello e Souza e Marina de Mello e Souza, também professoras da USP.

Principais obras:

- Introdução ao método crítico de Silvio Romero, 1945;
- Ficção e confissão: estudo sobre a obra de Graciliano Ramos, 1956;
- Formação da literatura brasileira: momentos decisivos, 1959;
- O observador literário, 1959;
- Tese e antítese: ensaios, 1964;
- Os parceiros do Rio Bonito: estudo sobre o caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida, 1964;
- Literatura e sociedade: estudos de teoria e história literária, 1965;
- Vários escritos, 1970;
- Formação da literatura brasileira, 1975;
- Teresina etc., 1980;
- Na sala de aula: caderno de análise literária, 1985;
- A educação pela noite e outros ensaios, 1987;
- O estudo analítico do poema, 1987;
- Recortes, 1993;
- O discurso e a cidade, 1993;
- Teresina e seus amigos, 1996;
- Iniciação à literatura brasileira (Resumo para principiantes), 1997;
- O Romantismo no Brasil, 2002;
- Um funcionário da Monarquia: ensaio sobre o segundo escalão, 2002.

Portal CTB com agências. Foto: UOL

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Últimas notícias