Ferramentas
Tipografia

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e demais entidades sindicais filiadas à Federação Sindical Mundial (FSM) promoveram, nesta terça-feira (4) na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, uma audiência pública como parte das ações do Dia de Solidariedade ao Povo Palestino.

Federação Sindical Mundial promove dia de solidariedade ao povo palestino

Devido a intensificação das políticas de Israel contra os palestinos como a autorização para a construção de 3 mil novas casas para colonos judeus em territórios palestinos e com o projeto de lei para legalizar os assentamentos já existentes a FSM estabeleceu o 30 de março, data em que os palestinos recordam de sua luta contra a invasão de suas terras como um dia de ação e solidariedade.

O evento contou com a participação do embaixador da Palestina do Brasil, Ibrahin Alzeben, que fez um resgate histórico sobre a resistência do povo daquele país e agradeceu o apoio internacional. Ele lembrou que o que ocorre na região “não é guerra é genocídio”, ao se referir ao poder belicista de Israel.

O deputado libanês Pedro Tobias (PSDB) fez a saudação inicial do evento. Coube ao secretário-geral adjunto da FSM, Divanilton Pereira, coordenar a mesa de debates composta pela presidenta do Conselho Mundial da Paz (CMP), Socorro Gomes, o secretário-geral do Cebrapaz, Wevergton Brito e a representante do Programa de
Acompanhamento Ecumênico em Palestina e Israel (PAEPI), Fernanda Balbino. Pelas centrais sindicais, a secretária de Imprensa e Comunicação da CTB, Raimunda Gomes (Doquinha); Ricardo Saraiva (Big) da Intersindical e Carlos Borges da UST.

Em sua fala, Doquinha destacou a posição da central e sua defesa contra qualquer forma de opressão à classe trabalhadora mundial. “Essa luta é de todos para melhorar a condição humana dos povos”, expressou a sindicalista.

Já Socorro Gomes denunciou: “Até hoje Israel vem expulsando e provocando o êxodo do povo palestino de suas terras. É um crime o que está acontecendo”. Ela informou ainda que o Conselho Mundial da Paz irá realizar este ano uma visita à Palestina para prestar sua solidariedade e divulgar sobre a situação no local.

O secretário-geral do Cebrapaz, Wevergton Brito, também frisou a importância do apoio internacional. Ele leu a moção sem solidariedade ao povo palestino aprovada durante a 4ª Assembleia da entidade em novembro.

Durante a atividade deputados como Andre Gaetta (PDT), Jamil Murad e Leci Brandão ambos do PCdoB também prestaram sua homenagem ao povo palestino. Murad, que é militante da causa palestina, encerrou as atividades.

No fim do encontro, Divanilton Pereira entregou ao embaixador um documento político do ato, assinado pelas entidades participantes. Como forma de agradecimento à iniciativa, Ibrahin Alzeben presenteou o cetebista com o Hata, lenço palestino que simboliza a luta palestina.

Érika Ceconi - Portal CTB