24
Dom, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Integrantes do Coletivo Internacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) participaram, nesta quinta-feira (13) na sede da central em São Paulo, de uma reunião para debater sua participação no próximo encontro dos países-membros do Brics Sindical, composto por representantes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

A atividade será sediada pela China e ocorre de 24 a 27 de julho. O dirigente da CTB, presidente da Federação Nacional dos Conferentes e Consertadores de Carga e Descarga, Vigias Portuários, Trabalhadores de Bloco, Arrumadores e Amarradores de Navios, nas Atividades Portuárias (Fenccovib)  e diretor para assuntos internacionais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF), Mário Teixeira, representará a central no evento.

Durante a reunião, assessor da central, Umberto Martins, fez uma análise de conjuntura e recuperou a trajetória do bloco desde sua fundação em 2009 até hoje. Ele lembrou da criação do Banco e do Fundo de Investimentos do bloco, em 2014.

“O Brics é fundamental para superar a ordem mundial liderada pelos Estados Unidos”, frisou Martins ao destacar que a classe trabalhadora internacional tem como bandeira a luta por uma ordem anti-imperialista e citou outras iniciativas como a Celac (Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos) para a integração Sul-Sul.

A 9ª Cúpula do Brics com os presidentes dos países que integram o bloco será em setembro.

Portal CTB