Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente do Equador, Rafael Correa, assim como seu homólogo boliviano, Evo Morales, expressou, nesta quarta-feira (31), sua solidariedade com a presidenta brasileira Dilma Rousseff que sofreu um impeachment, mesmo sem ter nenhum crime comprovado contra ela. 

Leia também: Se impeachment for aprovado, Evo Morales diz que vai retirar embaixador do Brasil

Em seu twitter, Correa disse que vai retirar o embaixador do país no Brasil, a medida é um dos mais graves gestos da diplomacia.

“Destituíram Dilma. Uma apologia ao abuso e a traição. Retiraremos nosso encarregado da embaixada. Jamais honraremos essas práticas, que nos lembram as horas mais obscuras de nossa América. Toda nossa solidariedade com a companheira Dilma, Lula e com todo o povo brasileiro. Até a vitória sempre”, diz Correa em sua página oficial na rede social. 

0
0
0
s2sdefault