Sidebar

24
Dom, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Ataques a bomba na manhã desta terça-feira (22) no Aeroporto Internacional de Zaaventem e no metrô de Bruxelas deixaram, segundo a imprensa local, ao menos 34 mortos e 130 feridos.

As explosões foram registradas por volta das 8h15 locais (4h15 em Brasília). Segundo o governo belga, um homem-bomba detonou os explosivos no terminal internacional de check-in de Zaaventem, próximo aos guichês da American Airlines; após isso, outra explosão atingiu a estação de metrô de Maelbeek, próximo a sedes de órgãos da União Europeia.

As ações acontecem poucos dias depois da prisão de Salah Abdeslam na capital belga. Ele é acusado de ser um dos mentores dos ataques em Paris em novembro do ano passado.O metrô da cidade foi interrompido, e todos os voos para a cidade belga, desviados. O governo ativou o alerta máximo para terrorismo.

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel, lamentou os ataques. "Aconteceu o que temíamos", disse. "Há vários mortos e feridos, alguns em estado grave. (...) Vou pedir que todos tenham calma, mas também solidariedade", disse Michel. "Agora a prioridade é tratar as vítimas", sustentou. Voos para Bruxelas foram cancelados, e boa parte dos que já estavam no ar pousam em Frankfurt, na Alemanha. Os serviços do trem Eurostar à capital da Bélgica foram suspensos.

O governo brasileiro, por meio do Ministério das Relações Exteriores, emitiu uma nota na qual expressa sua "consternação e condena nos mais fortes termos os covardes atentados terroristas ocorridos em Bruxelas", diz o comunicado, leia abaixo a íntegra: 

O governo brasileiro manifesta sua consternação e condena nos mais fortes termos os covardes atentados terroristas ocorridos em Bruxelas, na manhã de hoje, que deixaram várias dezenas de vítimas, entre mortos e feridos. O Brasil expressa sua solidariedade às famílias das vítimas, bem como ao povo e ao governo da Bélgica, e reitera seu repúdio a todo ato terrorista.

O Consulado-Geral do Brasil em Bruxelas acompanha de perto a situação e está funcionando em regime de plantão reforçado, à disposição dos brasileiros que busquem informações sobre familiares e amigos. Os telefones para contato são os seguintes:

- Plantão consular em Bruxelas: (00XX) 324 789 49107;
- Núcleo de Assistência a Brasileiros no Exterior (NAB), em Brasília: (0XX) 61 2030 8804 ou (0XX) 61 2030 8805;
- Plantão do NAB: (0XX) 61 8197 2284.

O Itamaraty pede compreensão para o fato de que as linhas telefônicas em Bruxelas estão congestionadas e sugere que os contatos sejam feitos alternativamente por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Com Opera Mundi 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.