Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A China Central Television (CCTV) é uma emissora que passou a ter uma programação especial e detalhada sobre o Brasil, desde 2013. E não é por acaso. Acontece que o Brasil é o maior país da América do Sul e é também o maior parceiro comercial.

Nesta quadra, equipes de repórteres da CCTV estão concentradas em produzir conteúdos que visam observar os movimentos que acontecem na economia e na política brasileira.

Por isso mesmo, na manhã de hoje (28), enquanto a CTB se manifestava em frente ao Senado Federal, contra o PLC 38/2017, que trata da reforma trabalhista, uma equipe da CCTV estava no local para observar e colher a opinião dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil, diante da maior crise econômica, política e institucional em que o país está submerso.

Exatamente por isso, a jornalista Olívia Tanli ouviu o presidente da CTB, Adilson Araújo, que pontuou os itens que ferem de morte os direitos da classe trabalhadora e a organização sindical.

De Brasília, Sônia Corrêa – Portal CTB

0
0
0
s2sdefault