Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Como anfitriã do 4º Congresso Nacional da CTB, a CTB-Bahia esteve reunida com 16 delegações internacionais que vieram prestigiar o evento, realizado no final de semana passado, em Salvador.

Durante o encontro, os dirigentes sindicais internacionais foram convidados a participar da edição 2018 do Fórum Social Mundial, que vai acontecer em março, na Bahia. Foram recebidas as delegações da Palestina, País Basco, Galícia, Grécia, Portugal, África do Sul, México, Colômbia, Índia, Egito, República Dominica, entre outras.

Os diretores da regional Bahia aproveitaram a oportunidade para trocar informações e presentear cada uma das delegações com um berimbau, o símbolo da luta da Central no Estado.

flora ctb

O diretor de Relações Internacionais da CTB-Bahia, Aurino Pedreira, destacou a importância da integração com outros países, bem como a troca de experiência nas lutas em defesa dos trabalhadores e trabalhadoras. “Os problemas são comuns mesmo em países diferentes, no que se refere ao ataque aos movimentos populares, às tentativas de diminuição dos direitos da classe trabalhadora e às constantes ameaças à soberania e democracia dos povos”, afirmou.

Os dirigentes internacionais destacaram positivamente a participação da mulher no Congresso da CTB, a qual consideram muito expressiva, e pontuaram a força que a Bahia construiu no debate da questão racial. Eles saíram otimistas com as discussões realizadas no Congresso e com a unidade classista da CTB, que vem enfrentando com resistência e luta os avanços do capital e do neoliberalismo.

Também estiveram presentes ao encontro os diretores da CTB-Bahia, Jerônimo Júnior, Flora Brioschi e Inalba Fontenelle.

CTB-Bahia

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.