Sidebar

26
Ter, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), entidade que representada mais de oito milhões de trabahadores, expressa sua indignação pela morte do grevista, Abd Elsalam Ahmed Eldanf, atropelado durante piquete na cidade de Pacienza, na Itália.

O sindicalista, de 53 anos, pai de cinco filhos, membro da União dos Sindicatos de Base (USB) naquele país, protestava contra as precárias condições de trabalho impostas pela GLS/Seam, na última quarta-feira (14), quando um caminhão da empresa avançou contra os manifestantes que faziam piquete em frente à fábrica atingiu e matou Elsalam.

“Este assassinato é a trágica confirmação das condições insuportáveis as quais os trabalhadores são submetidos”, denunciou a central italiana. A CTB se solidariza com a USB, seus filiados e a classe trabalhadora da Itália e exige a punição para os responsáveis.

Expressamos nossas mais profundas condolências aos familiares e amigos deste trabalhador que estava defendendo seus direitos e foi brutalmente assassinado. 

O movimento sindical classista precisa estar cada vez mais unido e organizado para lutar contra a intensificação da opressão e a repressão ao movimento social, que ocorre em todo o mundo.

São Paulo, 16 de setembro de 2016 

Adilson Araújo, presidente da CTB
Divanilton Pereira, secretário de Relações Internacionais

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.