Sidebar

25
Sáb, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela anunciou, nesta segunda-feira (31), que 8.089.320 pessoas participaram das eleições para a Assembleia Nacional Constituinte (ANC), realizada no último domingo (30).

“Chávez não está morto, vive em nossos corações”, diz venezuelana. Eleição de Constituinte é amanhã

Este total corresponde a 41,53% do censo eleitoral, informou a presidenta do órgão, Tibisay Lucena que avaliou positivamente o processo. “O balanço é extremamente positivo, porque a paz venceu, a Venezuela venceu. Apesar da violência, apesar das ameaças, os venezuelanos puderam expressar-se”, declarou.

Por sua vez, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro confirmou o compromisso do governo da Constituinte, composto por 537 membros, ser um espaço de diálogo.

O líder bolivariano disse também que a tarefa principal da ANC é consolidar um sistema para reivindicar as vítimas da violência opositora e fazer justiça, como uma forma de erradicá-la.“Esta é uma Constituinte para por ordem, fazer justiça e defender a paz”, expressou.

Na opinião do secretário de Relações Internacionais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e secretário-geral adjunto da Federação Sindical Mundial (FSM), Divanilton Pereira, a eleição assumiu uma proporção que “extrapola as fronteiras daquele país”.

O dirigente denunciou ainda a tentativa da oposição em desestabilizar a Venezuela. “Forças políticas oligárquicas locais em aberto conluio com a dos Estados Unidos operam para interromper a revolução bolivariana. Um movimento que objetiva estabelecer o neocolonialismo na América Latina e o Caribe”, alertou Pereira.

Por isso, disse, a vitoriosa participação do povo nessa eleição, superando o boicote e a violência oposicionista, abre novas possibilidades para o projeto bolivariano e, ao mesmo tempo, reforça a nossa resistência contra os intentos imperialistas.

Portal CTB com agências
Foto: Handout/Reuters

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.