Sidebar

20
Seg, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Após a morte do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, no último sábado (26), as embaixadas e consulados de Cuba nos países abriram seus livros de condolências como forma de homenagear o ex-presidente da ilha caribenha.

O presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, que está em Brasília participando de uma série de atividades contra as medidas do governo sem votos Michel Temer que atentam aos direitos da classe trabalhadora assinou o livro de condolências da Câmara dos Deputados, na manhã desta terça-feira (29).

adilsonlivro fidel castro

Na Grécia, o secretário de Relações Internacionais da CTB e membro do secretariado da Federação Sindical Mundial, Divanilton Pereira, acompanhado pelo secretário-geral da entidade, George Mavrikos e do panamenho Alberto Reyes que também integra a FSM, realizaram uma visita à embaixada de Cuba em Atenas.

divanilton fsm grecia fidel

Os sindicalistas foram recebidos pelo embaixador cubano naquele país e prestaram sua homenagem a Fidel Castro.

divanilton assina livro condolencias fidel

Em São Paulo, os dirigentes da CTB e representantes do Centro de Estudos Sociais e do Trabalho (CES), compareceram ao Consulado Cubano na tarde da última segunda (28) e demonstraram sua solidariedade ao povo cubano.

fidel cuba ctb condolencia

Em nome da CTB, o vice-presidente da central, Nivaldo Santana, entregou para a cônsul de Cuba, Nélida Hernández Carmona, a nota da CTB pelo falecimento do líder cubano. E em seguida, os presentes deixaram suas mensagens de condolência. 

nivaldo santana livro condolencias fidel castro cuba ctb

Érika Ceconi - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.