Sidebar

24
Dom, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A Federação Sindical Mundial (FSM) manifestou, nesta terça-feira (29), seu mais profundo pesar pelo trágico acidente com o avião com a equipe brasileira Associação Chapecoense de Futebol.

Metalúrgicos de Chapecó (SC) se solidarizam com os familiares e amigos da Chapecoense



A aeronave caiu, nesta madrugada na Colômbia, onde os jogadores disputariam o título sul-americano. O acontecimento resultou na morte de 75 pessoas entre atletas, dirigentes esportivos, profissionais da imprensa e tripulantes da empresa aérea.

Solidária ao povo brasileiro, a Federação Sindical Mundial, expressou em nota: “Temos certeza de que as dores de hoje se transformarão em energia e numa força capaz de garantir que o legado desses profissionais tenha a justa continuidade”, diz o comunicado.

Leia a íntegra:

Federação Sindical Mundial se solidariza com Brasil e os Chapecoenses

É com enorme pesar que soubemos do trágico acidente aéreo que vitimou hoje os atletas da Associação Chapecoense de Futebol e os demais profissionais envolvidos.

A Federação Sindical Mundial, entidade que representa 92 milhões entre trabalhadoras e trabalhadores do mundo, manifesta sua solidariedade às famílias, aos amigos e a todos os desportistas do Brasil.

Acompanhamos a trajetória exitosa desse emergente clube do futebol brasileiro, marcadamente pela sua recém conquista de disputar o título da Copa Sul-Americana, um marco inédito em sua história.

Temos certeza de que as dores de hoje se transformarão em energia e numa força capaz de garantir que o legado desses profissionais tenha a justa continuidade.

Contem com o apoio da Federação Sindical Mundial.

Atenas, 29 de novembro de 2016
O Secretariado da FSM

Érika Ceconi - Portal CTB
Foto: Reprodução Twitter

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.