Sidebar

20
Dom, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Sob forte clima de mudança e esperança, o presidente eleito do México Andrés Manuel López Obrador tomou posse no último sábado (1º/12) e realizou firme discurso no qual sinalizou para um momento de superação, um divisor de águas na história do México. Obrador prometeu um governo voltado para o povo, os mais pobres.

“Pode soar pretensioso ou exagerado, mas hoje não inicia somente um governo. Hoje começa uma mudança de regime político”, disse López Obrador, no Congresso, diante de parlamentares e convidados estrangeiros. “A partir de agora, começa uma transformação política e ordenada, mas ao mesmo tempo profunda e radical porque se acabará com a corrupção e a impunidade que impedem o renascimento do México.”

Eleito com 53% dos votos, a votação mais ampla da história mexicana, López Obrador conta ainda com a maioria absoluta no novo Congresso, empossado em setembro.

Para percorrer o caminho até a presidência, Obrador combinou movimentos de aproximação com setores do empresariado e da classe média, ao adotar o tom de diálogo em torno de uma agenda comum e o rechaço a partidos associados à velha política e à corrupção.

Em discurso de 1h18min, o líder mexicano reiterou que irá trabalhar duro pela retomada do crescimento e geração de emprego. Ele também fortalecer e ampliar os investimentos e programas sociais e promete transformação profunda e radical no México.

“Não se condenará os que nascem pobres a morrer pobres”, disse. “Vamos governar para todos, mas daremos preferência aos vulneráveis e aos despossuídos. Primeiro os pobres.”

Portal CTB - Com informações das agências internacionais



0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.