Sidebar

20
Dom, Jan

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O presidente da Bolívia, Evo Morales, divulgou em seu twitter, na última terça-feira (30), que caso o impeachment de Dilma Rousseff seja aprovado ele chamará o embaixador do país em Brasília, José Kinn. 

“Se prospera o golpe parlamentar contra o governo democrático de Dilma, Bolívia convocará seu embaixador. Defendamos a democracia e a paz”, diz a publicação. Pedir a volta do representante do país é um dos mais graves gestos da diplomacia.

Na segunda-feira (29), dia em que Dilma fez sua defesa no Senando, Evo enviou várias mensagens em solidariedade à presidenta democraticamente eleita.  

O presidente boliviano destacou ainda que os conservadores pretendem "expulsar os pobres, negros e índios do poder", disse na rede social. 

O processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff, termina nesta quarta-feira (31), com a votação dos senadores. Acompanhe ao vivo no PortalCTB.

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.