Sidebar

23
Qui, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Na noite da última sexta-feira (15), um golpe militar fracassado ocorreu na Turquia. Houve confronto entre forças militares e apoiadores do regime autoritário chefiado pelo presidente Erdogan, resultando em mortos e feridos.

Segundo números atualizados pela agência RT de notícias, mais de 290 pessoas morreram, entre elas 104 militares que participaram do ato de conspiração contra o governo e mais de 1.400 ficaram feridas.

De acordo com as agências, o presidente Erdogan, que já controla a situação, anunciou que promoverá mais um expurgo de grandes proporções nas forças armadas.

O país, membro da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), parceiro das potências imperialistas, fator de agressões no Oriente Médio, principalmente na Síria e abrigo de terroristas, segue mergulhado na instabilidade e na crise.

A primeira reação das potências imperialistas foi de apoio incondicional ao regime de Erdogan.

Com informações do blog Resistência 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.