22
Sex, Set

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Todos os democratas estão convocados à resistência. Na madrugada desta sexta-feira, o juiz Moro mandou "300 meganhas para levar para depor um estadista de 70 anos de idade", como bem assinalou o jornalista Miguel do Rosário, no seu blog, o Cafezinho.

Trata-se de uma espécie de evento teste para o golpe derradeiro contra o regime democrático, articulado e organizado há céu aberto há tempos pelo juiz Moro, Ministério Público, Polícia Federal e pelo asqueroso monopólio da mídia, dono de um vasto currículo de atentados contra a democracia e à causas populares.

Não há limites para a desfaçatez e a canalhice da Lava Jato. Na entrevista coletiva de hoje, delegados e procuradores apontaram como principais focos das investigações envolvendo Lula a empresa de palestras do ex-presidente e seu instituto.

A acusação é que ambos receberam das empresas processadas pela Lava Jato. Fernando Henrique Cardoso vive de palestras desde 2003, além de ser público e notório que, em reunião dentro do Palácio do Planalto, no fim de seu mandato, ele passou o chapéu entre essas mesmas empreiteiras para montar seu instituto. FHC nunca foi, sequer, incomodado.

Isso não é justiça, mas sim jogo sujo para desmoralizar o maior líder popular da história do país e criar o clima para o assalto final à democracia.

Bebe Damasco é jornalista e blogueiro.

Os artigos publicados na seção “Opinião Classista” não refletem necessariamente a opinião da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e são de responsabilidade de cada autor.