Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A irresponsabilidade de tirar uma presidente eleita com 54 milhões de votos, sem um motivo concreto, não há provas contra Dilma, mesmo depois de várias investigações, tem levado este país ao descalabro financeiro, a um caos social sem precedentes!

Agora anunciam um pacote de privatizações, até a Casa da Moeda vai entrar no bolo, um verdadeiro atentado à soberania nacional!

Com relação a Eletrobrás, uma empresa estratégica para a questão da soberania nacional quervender, ainda por cima quase de graça, outro atentado a nossa soberania.

Nos EUA e na China, empresas de energias, similares a nossa estatal, construída com o suor do povo brasileiro, por exemplo, éprotegida respectivamente por seus exércitos, tal a importância que eles dão a questão energética, para estes países citados, energia, seja ela qual for, é uma questão de estado e de defesa nacional!

Vamos entregar nossas estatais praticamente de bandeja para o estrangeiro, o governo Temer, como pagamento de ter ganhado a presidência, paga sem consultar o povo, as nossas riquezas, sem nenhum pudor!

Bem antes de termos uma estatal que controlasse as riquezas naturais do país, se pegarmos o exemplo da energia elétrica, as empresas que controlavam o setor, vou falar aqui do Nordeste, em comunidades pequenas ela nem chegava, a luz era de candeeiro ou a diesel, ligava-se um motor, das 18 horas até às 22 horas, isso era muito comum, não havia empreendimento para gerar dignidade ao povo, o excencial para eles era o lucro!

Na Argentina, onde o retrocesso acontece também com o entreguista Macri, depois que privatizaram o setor elétrico de lá, o aumento já chegou a mais de 700%, penalizando os mais pobres.

O fundamental que está ficando claro para a população, que o golpe dado no Brasil, tem um objetivo, privatizar até a nossa soberania, esse é o interesse mais claro do rentismo parasitário, que não faz produzir nada, apenas lucrar!

Quem governa a Nação não é Michel Temer, ela é apenas uma marionete do grande capital especulativo, quem governa são os grandes capitalistas internacionais, associados aos capitalistas locais, embora sejam sócios minoritários, pagam o preço do servilismo mais decadente.

O projeto político e econômico derrotado em 2014 conseguiram com a traição de setores governistas, entre deputados, partidos e até o vice-presidente da República, associados aos meios de comunicação sempre golpistas e contra os interesses do povo, lançar uma cruzada denuncista, que culminou com o apoio a operação Lava a Jato.

De uma hora para outra, entramos num período aonde prevalecem o ódio e a divisão da sociedade brasileira, que busca atordoada novas perspectivas de saída de uma crise que não foi gerada por ela!

Nivaldo Mota é vice-presidente do Sindicato dos Professores de Alagoas e dirigente da Contee.

Os artigos publicados na seção “Opinião Classista” não refletem necessariamente a opinião da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e são de responsabilidade de cada autor.

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.