Sidebar

23
Ter, Jul

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Ampliação do acesso a assistência técnica e à extensão rural diferenciada, que dialogue com as demandas e com a realidade d@ jovem trabalhad@r rural, para garantir a sucessão rural é o centro do debate promovido nesta quarta-feira (30) durane a Conferência Nacional Temática de Assistência Técnica e Extensão Rural para Juventude, em Brasília. “Defendemos a ATER como fomentadora do acesso a políticas públicas como crédito, acesso a mercados, a tecnologias de produção”, aponta a secretária de Juventude da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Agricultura (Contag), Mazé Morais.

Para a dirigente, é preciso garantir as oportunidades para que os(as) jovens do campo, floresta e águas do Brasil consigam produzir de forma sustentável, respeitando os saberes do campo e utilizando as tecnologias para garantir mais produtividade e renda sem agredir a saúde dos(as) trabalhadores(as) nem o meio ambiente. “A tecnologia e as técnicas sustentáveis como a agroecologia são fundamentais para um futuro mais dinâmico para a agricultura familiar”, afirma Mazé Morais.

Entre os cerca de 150 jovens de diversos movimentos sociais, jovens do MSTTR beneficiários de ATER também estão presentes na conferência temática, representando seus estados. A conferência temática acontece desde ontem (28) e termina hoje (29). Os jovens apontam a necessidade de uma formação continuada para técnicos de Ater, com metodologias que dialoguem com os jovens.

Fonte: Contag

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.