Sidebar

20
Seg, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Um ato representativo marcou a posse dos novos dirigentes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Sergipe (Fetase) nesta segunda-feira, (1º). Homens e mulheres do campo de da cidade, dirigentes de órgãos públicos, da CTB, da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), além de dirigentes sindicais e de partidos políticos lotaram o auditório do Sindicato dos Bancários de Sergipe (Seeb-SE) para a posse da direção da entidade que congrega 74 sindicatos rurais do estado.

O trabalhador rural Antônio Oliveira assumiu a presidência da Fetase pelo quadriênio 2016/2020 com o compromisso de lutar pela unidade, pela democracia, pela reforma agrária, pelo crédito fundiário, e por mais saúde e educação. O presidente da federação defendeu ainda o fortalecimento da luta contra a violência praticada contra as mulheres e os idosos.

Antônio destacou a participação das mulheres sergipanas no movimento sindical do campo lembrando que, dos 74 sindicatos rurais, 47 são dirigidos por mulheres, entre elas, 10 jovens. O líder rural agradeceu o apoio e garantiu que a diretoria cumprirá o que prometeu na campanha eleitoral. “Vamos nos reunir, elaborar um plano de trabalho e traçar as diretrizes de nossa atuação”, enfatizou.

Unir forças

O secretário de Formação e Organização Sindical da Contag, Juraci Moreira, veio à posse da direção da Fetase. Ele assegurou total apoio aos novos dirigentes da entidade e defendeu a união de todos pelo fortalecimento da federação. “É preciso unir forças, mostrar capacidade de conviver com as diferenças em nome de um projeto maior”, salientou. Juraci anunciou que, este ano, a Contag fará uma grande marcha na luta pela reforma agrária. “Temos que mostrar para o governo que movimento sindical está vivo e ativo”, salientou.

fetase posse 2016 ivania

Lúcia Moura, secretária da Terceira Idade da Contag e vice-presidente da CTB, que deixou o cargo de presidente da Fetase após oito anos, destacou a filiação à Central como um marco da sua gestão. A dirigente sindical defendeu o diálogo e disse que continuará lutando pelo fortalecimento do movimento sindical rural.

O presidente da CTB-SE, Edival Góes, ressaltou a importância de se fortalecer a Fetase para que a entidade possa contribuir para o crescimento do País. “O desenvolvimento está no campo”, enfatizou. A presidenta do Seeb-SE e secretária da Mulher Trabalhadora da CTB, Ivânia Pereira, também convocou todos a se unirem pelo fortalecimento da federação e fez uma saudação especial às mulheres que compõem a direção da entidade.

Ao final do evento, o trabalhador rural e ex-dirigente da Fetase, Júlio Santana, foi homenageado após 47 anos de dedicação ao movimento sindical rural. A posse da Fetase foi prestigiada ainda por Pascoal Carneiro, secretário de Previdência e dos Aposentados da CTB; Vilson Luiz da Silva, secretário de Finanças da CTB e presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg); Márcio Macedo, tesoureiro Nacional do PT; Esmeraldo Leal, secretário da Agricultura do Estado; Cássio Murilo Costa, delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário em Sergipe, e Edvaldo Nogueira, presidente da Agência Reguladora de Serviços do Governo do Estado (Agrese).

fetase posse 2016 1

Niúra Belfort - CTB-SE

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais