Sidebar

20
Seg, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Descentralizar a informação e difundir ainda mais o Plano Safra entre o setor produtivo da agricultura familiar. Este é um dos principais objetivos do Seminário de Desenvolvimento Rural e Políticas Públicas de Crédito organizado pela Fetaep (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná), que acontece amanhã, dia 04, às 09h, em Cascavel (Região Oeste), no auditório da Coopavel. Representantes da SEAB (Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento) e do Instituto Emater também estarão presentes. Além de Cascavel, a FETAEP passará também por Maringá (dia 05), Curitiba (dia 18), Guarapuava (dia 19) e Pato Branco (dia 20).

Os eventos regionais não levarão apenas as informações acerca do que está por vim nesta Safra, mas também apresentarão toda uma conjuntura econômica embasada em análises técnicas de aplicabilidade dos recursos do PRONAF do ponto de vista qualitativo e quantitativo, visando otimizar os recursos. A FETAEP também elaborou e produziu 25 mil cartilhas que serão distribuídas aos participantes durante os eventos (imagem e programação anexas). A expectativa de público para amanhã é de 200 pessoas.

Dados Plano Safra

Estão previstos R$ 30 bilhões para financiamento do Plano Safra da Agricultura Familiar no período de julho de 2017 até junho de 2018 conforme anunciado pelo governo no dia 31 de maio. De modo geral, as regras do PRONAF crédito foram mantidas, com taxas de juros entre 2,5% e 5,5% ao ano. Entre as novidades, agora o Plano possui a característica de ser plurianual – o que trouxe a ele uma gestão mais estruturada, com mais clareza e previsibilidade -, mas o volume de recursos foi projetado apenas para a safra atual, 2017-2018.

“Antes, a cada ano travávamos uma nova luta em busca de mais conquistas perante o governo federal. Agora, com essa característica plurianual, já sabemos o que vai compor os programas, assim como quais serão as linhas de crédito dentro desse prazo. Dessa forma, passamos a ter mais clareza para ações futuras com base neste norte financeiro e orçamentário. Tal metodologia, a nosso ver, favorece a cobrança por parte das entidades envolvidas”, comenta o secretário de Política Agrícola da Fetaep, Marcos Brambilla, que estará presente em todos os eventos.

Fonte: Fetaep

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais