Sidebar

18
Qui, Jul

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A previsão inicial de reunir três mil produtores de leite em Teutônia (Lactalis) e Palmeira das Missões (Nestlé), municípios onde estão as duas maiores indústrias lácteas no Rio Grande do Sul, está se confirmando.

O motivo das mobilizações organizadas pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS) com suas regionais sindicais e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais é denunciar à sociedade as distorções do livre mercado do Mercosul e as empresas que fazem concorrência desleal importando lácteos e usufruindo de benefícios fiscais concedidos pelo Estado.

Também denunciam a ineficácia do estado brasileiro na solução dos problemas dos produtores de leite, tais como o enxugamento de mercado via compras institucionais.

fetag rs manifestacao 1

O presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, em sua manifestação inicial, voltou a lamentar que embora todas as ações que a Federação promoveu, quase nada foi resolvido pelos governos estadual e federal.

As importações de leite em pó do Uruguai foram retomadas, até agora só ficaram no anúncio as compras governamentais para enxugar o mercado e o preço pago ao produtor, ao contrário do que o Sindicato das Indústrias Lácteas diz, não ocorreu melhora na remuneração ao produtor. Não podemos aceitar tudo isso, pois milhares de produtores estão desistindo da produção leiteira”, enfatiza.

Fonte: Fetag-RS

 

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015