Sidebar

18
Qui, Jul

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

 

Após alguns dias de negociações, as discussões para o acordo coletivo de trabalho 2015/2016, entre o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro – SRT, a Agro-Indústria do Vale do São Francisco S/A – Agrovale e os trabalhadores representados pelos delegados sindicais ainda não foram fechados.

De acordo com o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Juazeiro, Emerson José, o popular ‘Mitú‘ (acima, à dir..), a empresa está querendo excluir do acordo coletivo todos os convênios médicos. “A empresa quer cortar o convênio médico total, é uma perca imensa para os trabalhadores e não podemos aceitar isso. Estamos bastante indignados. A Agrovale alega que tinha um incentivo do Governo Federal e foi suspenso e eles ficaram impossibilitados de oferecer o serviço”.

“Amanhã (20) será realizada uma nova assembléia para discutir sobre os direitos dos trabalhadores. Além do reajuste de 9,7% queremos resolver a questão do convênio médico, caso a empresa se recuse solucionar o problema poderá acontecer uma greve por parte dos trabalhadores”, acrescentou Mitú.

Por sua vez o vereador e Diretor do Sindicato, Agnaldo Meira, disse que a empresa Agrovale precisa cumprir o acordo que foi assinado. “Há mais de 10 anos que existe esse convênio, a Agrovale é uma empresa grande e precisa oferecer serviços bons para os trabalhadores e cumprir todos os acordos. É um momento tenso da negociação onde o dialogo foi travado por parte da empresa”.

Fonte: O Blog do Farnésio

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015