Sidebar

20
Seg, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Entre os dias 14 e 15 de janeiro, o presidente da Federação dos Trabalhadores em Agricultura, Vilosn Luiz, deve participar do Fórum Global para a Alimentação e a Agricultura (Global Forum for Food and Agriculture 2016 – GFFA), em Berlim, na Alemanha. 

O GFFA é a conferência internacional que debate questões centrais relativas ao futuro da indústria agro-alimentar global e que reúne representantes do mundo da política, negócios, ciência e sociedade civil uma oportunidade de compartilhar ideias e melhorar o entendimento sobre um tema selecionado de política agrícola atual. Em 2016, o evento tem como tema “Como alimentar nossas cidades – Agricultura e áreas rurais em uma era de urbanização”.

Mais de metade da população mundial já vive em áreas urbanas. Segundo as previsões, três quartos da população mundial, ou seja, em torno de 7 bilhões de pessoas, estará vivendo em cidades em 2050. Juntamente com a globalização, a urbanização é, indiscutivelmente, uma das principais tendências do nosso tempo. Em toda parte, as discussões estão abordando questões importantes sobre como garantir aos residentes urbanos habitação, água, energia, educação, saúde e oportunidades de renda, além do desenvolvimento econômico, ecológico e social de uma população que cresce rapidamente.

Urbanização muda as estruturas das cidades e zonas rurais em muitas maneiras diferentes. Na Europa e os países industrializados, a migração de pessoas para as cidades é cada vez maior, resultando em êxodo rural, com áreas rurais experimentam mudanças significativas na estrutura da população e condições de vida.
Do ponto de vista da política agrícola, há três aspectos que são cruciais para a segurança alimentar urbana:

1. produção agrícola moderna e sustentável garante um fornecimento adequado de alimentos saudáveis e diversificada;
2. cadeias de fornecimento eficientes garantir que esse alimento atinge os residentes urbanos;
3. áreas rurais vibrantes são um pré-requisito fundamental para tornar esse processo sustentável.

Garantir o fornecimento global de alimentos em uma era de urbanização é um dos grandes desafios que a humanidade enfrenta. É também um desafio para os formuladores de políticas agrícolas. A agricultura sustentável, áreas rurais modernas e parcerias de cooperação com o desenvolvimento rural e urbano são alguns dos pré-requisitos importantes para responder a este desafio.

Fonte: Fetaemg

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais