Sidebar

20
Seg, Maio

Rurais
Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

“Os rurais saíram bastante fortalecidos, ocupando espaços estratégicos e foram os grandes protagonistas dos debates no 4º Congresso Nacional da CTB”. Essa é a avaliação do secretário de Finanças e Administração da Contag, Juraci Souto, que foi reconduzido ao Conselho Fiscal efetivo na nova Direção Nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

O Congresso foi realizado de 24 a 26 de agosto, em Salvador (BA), em um momento muito oportuno, com um cenário político complexo e de retrocessos nas políticas públicas e nos direitos da classe trabalhadora, tanto para rurais quanto para urbanos, e os 1,2 mil delegados e delegadas de todo o País puderam debater e discutir as propostas do movimento sindical para superar todos esses desafios. “É um momento muito fértil para que o povo pudesse trazer à tona uma avaliação e reflexão das dificuldades que estamos atravessando. Então, nesse ponto de vista, o Congresso foi altamente positivo. Foi uma participação bastante expressiva, bem representativa, com representantes de 27 países”, destaca Juraci.

Outro destaque no Congresso foi a delegação dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, a maior de todos os Congressos, com mais de 250 delegados e delegadas. Para o dirigente da Contag, esse número refletiu na qualidade dos debates e também na consolidação do projeto nacional da classe trabalhadora do movimento sindical rural no que diz respeito à dissociação das categorias de assalariados e assalariadas rurais e dos assalariados e assalariadas rurais. “Agora, a Direção Nacional da CTB conta com Secretarias específicas para trabalhar as duas categorias, ou seja, Secretaria de Política Agrícola e Agrária e Secretaria de Assalariado Rural. A CTB reconhece que esses dois segmentos são categorias que precisam se organizar especificamente e é um grande avanços”, ressalta Juraci.

A nova Direção renovou alguns quadros e, além da Secretaria do Assalariado Rural, criou também as Secretarias de Política Educacional e a de Assuntos Socioeconômicos. No total, são 122 integrantes, sendo que 39 dirigentes são mulheres. O presidente Adilson Araújo foi reeleito.

Os rurais passam a ocupar espaços estratégicos na nova Direção Nacional, como as Secretarias de Finanças, Meio Ambiente, Políticas Sociais, Política Agrícola e Agrária, Assalariados Rurais, Vice-Presidência, Conselho Fiscal, entre outras áreas (abaixo segue toda a composição).

A secretária de Meio Ambiente da Contag, Rosmarí Barbosa Malheiros, também compõe a nova Direção da CTB e assumirá a mesma pasta que coordena na Confederação. Primeiramente, a sindicalista agradece a confiança de todos e todas que integram a Central em conduzí-la a esta importante Secretaria. “Fico muito honrada por confiarem e acreditarem no meu trabalho e por me apoiarem a assumir a Secretaria de Meio Ambiente da CTB”, agradece Rosmarí.

A secretária de Meio Ambiente tem consciência dos desafios que estão colocados para trabalhar essa temática nas duas entidades e que a luta será árdua. “A cada dia vemos esse ‘desgoverno Temer’ ameaçar a nossa biodiversidade e a nossa soberania nacional. Vamos lutar incansavelmente para proteger nossas florestas, nossos rios, biomas e espécies. Não vamos entregar nossas riquezas facilmente e em troca do golpe. Vamos precisar de unidade para enfrentar esse cenário”, destaca Rosmarí.

Fonte: Contag

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.

Conferência Nacional

banner cndr 2015

Últimas notícias rurais