Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

logo_ctbA CTB Rio de Janeiro presta sua solidariedade aos bombeiros do nosso Estado pela sua justa reivindicação. Ao mesmo tempo em que repudia a atitude autoritária e antidemocrática do governador Sérgio Cabral, que com sua tropa choque reprimiu violentamente a manifestação destes trabalhadores, a CTB exige a imediata libertação de todos os presos e a reabertura das negociações.

Não é possível conviver com um piso de R$ 950,00 – o mais baixo de todo o Brasil. Os bombeiros do Rio de Janeiro são uma das corporações mais respeitadas do país e têm prestado relevantes serviços à sociedade, destacando suas ações nas enchentes que assolam nosso Estado, principalmente no recente caso da destruição da Região Serrana. São trabalhadores que nunca se furtaram de enfrentar as condições mais adversas para salvar a população de qualquer desastre.

Ao classificar como “irresponsáveis e vândalos”, além de anunciar que irá processá-los, o governador mais uma vez ignora a importância dos trabalhadores do serviço público do Estado. Estas manifestações de arrogância e prepotência já haviam acontecido contra as categorias dos professores, dos metroviários e dos cedaeanos.

A CTB-RJ conclama as partes a retomarem o diálogo, com a libertação imediata dos trabalhadores presos, as negociações retomadas, os salários e condições de trabalho garantidos. Defendemos também a imediata aprovação da PEC 300, que garante o piso salarial nacional para estes trabalhadores.

Mauricio Ramos
Presidente da CTB-RJ

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.