Sidebar

21
Ter, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
di_guido_mantega_2010A CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – vem a público manifestar sua discordância e estranheza com as posições conservadoras adotadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, contra os trabalhadores brasileiros.

O ministro Mantega, desde o início do governo Dilma, tem liderado a tropa de choque que luta contra o aumento real do salário mínimo e a correção da tabela do imposto de renda da pessoa física (IR).

O movimento sindical brasileiro, representado pelas centrais sindicais, tem insistido em procurar o governo federal em busca de uma solução negociada que preserve a política permanente de valorização do salário mínimo, reconhecido instrumento de distribuição de renda.

Qualquer guarda-livros de plantão sabe que o aumento real de salários precisa ser acompanhado do reajuste da tabela do imposto de renda, sem o qual o aumento conquistado é subtraído pela gula do leão da Receita Federal.

Armados dessa compreensão, a CTB e as outras centrais sindicais brasileiras se batem para que a tabela do imposto de renda tenha, no mínimo, seus valores corrigidos pela inflação do último ano.

A própria presidenta Dilma, em entrevista, admite corrigir a tabela pelo percentual do chamado núcleo da meta de inflação futura (4,5%), obedecendo a um questionável critério imposto pelo Banco Central.

O ministro Guido Mantega, mais realista do que o rei, ao se posicionar contra a correção da tabela do IR, provoca – com suas lamentáveis e levianas entrevistas – dificuldades desnecessárias para o bom andamento das negociações em curso com o governo.
Por isso a CTB, ao mesmo tempo em que rechaça firmemente as declarações do ministro da Fazenda, conclama o governo a avançar nas negociações com as centrais sindicais e a, entre outros pontos, construir uma saída positiva para a nova tabela do IR, garantindo, assim, a manutenção dos ganhos salariais do último período.

São Paulo, 28 de janeiro de 2011
Wagner Gomes
Presidente Nacional da CTB
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.