Sidebar

24
Sex, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

A CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) repudia com veemência a ação truculenta da polícia espanhola que invadiu o sindicato LAB em San Sebastián e prendeu ilegalmente cinco sindicalistas, entre eles o secretário geral Rafael Díez Usabiaga.

Os ataques do Estado espanhol no LAB agridem a liberdade de ação sindical e busca aterrorizar os trabalhadores bascos através da coerção física e moral, impondo ainda mais dificuldades para a superação dos impasses através do diálogo.

Lamentando que as autoridades espanholas tenham se utilizado de expedientes policiais arbitrários e perversos para tentar calar os trabalhadores que lutam contra a crise do sistema capitalista que gera desemprego e pobreza da classe trabalhadora, envenenando as relações sociais e impondo severas perdas à democracia.

Saudamos a caminhada do LAB, junto com outras organizações sindicais, em inequívoca defesa dos interesses da classe trabalhadora e do povo basco.

A CTB manifesta o seu mais veemente repúdio a este ataque arbitrário, perverso e truculento à autonomia sindical, exigindo a imediata liberdade dos sindicalistas presos.

Não ao capitalismo!
Viva o socialismo!


Wagner Gomes – Presidente da CTB Nacional

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.