Sidebar

21
Dom, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

osmar_marcheseÉ com muita tristeza que o STU comunica o falecimento de seu diretor prof. Osmar de Oliveira Machese (foto). O falecimento ocorreu na sexta-feira (12/08) e seu corpo será cremado no sábado (13/08), às 16h, no cemitério Vila Alpina na capital.

Osmar foi diretor do STU desde 2002, quando disputou sua primeira gestão pela chapa ”Alerta Unicamp”.

O professor Osmar, como era conhecido, além de diretor do STU foi também diretor da Adunicamp e Andes. E atualmente compõe a “chapa 2 Unidos prá Lutar” que disputa a eleição do STU.

Na Unicamp o professor Osmar Marchese teve uma trajetória marcada desde o começo da Unicamp, quando veio a convite do professor Zeferino Vaz para compor o quadro de professores do curso de Economia.

O professor Osmar, desde sua entrada na direção do STU, se dedicou a estruturar o Departamento de Aposentados. Graças ao seu esforço  o STU passou a ter um Departamento de Aposentados atuante, com grande capacidade de organização e elaboração política, além de se articular com várias entidades em todo país. Sua ação política, além de contribuir com o STU, também ajudou na organização dos trabalhadores da USP, da UNESP, da Fasubra e da CTB; as duas últimas correspondem à federação e à central sindical que o STU é filiado.

Durante a Reforma da Previdência, o professor Osmar foi uma das vozes mais contundentes na defesa dos direitos previdenciários e condenou veementemente a argumentação de que a Previdência é deficitária, demonstrando em vários fóruns e na mídia que os recursos da Previdência não deveriam se confundir com os da Seguridade Social.

O professor Osmar foi eleito pelos trabalhadores da Unicamp para compor o Conselho do SPprev  (São Paulo Previdência, previdência dos Servidores do Estado de São Paulo) e lá se transformou numa voz firme na defesa dos pensionistas e aposentados. Sua luta mais recente foi  para garantir a manutenção dos trabalhadores da USP, Unesp e Unicamp nas folhas das respectivas universidades.

Nos últimos tempos vinha se empenhando para que a reitoria da Unicamp agilizasse os processos para construção da sede do STU. Queria a sede pronta para que fosse um espaço de integração dos trabalhadores ativos e aposentados.

O professor Osmar fará falta. Fica seu exemplo de compromisso com a causa dos trabalhadores. E nossa melhor homenagem a esse companheiro é continuar a sua luta.

Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp - STU

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.