Sidebar

27
Seg, Maio

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Como defendia Paulo Freire, “ensinar e aprender não podem dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”. Para o importante educador e filósofo, a tarefa dos professores consiste em “ensinar o aluno a ler o mundo” e aprender com ele, ensinando-o numa troca jamais imaginada em décadas passadas. Por isso, nesta quarta-feira (15), Dia do Professor, a CTB manifesta sua alegria em abraçar os milhões de professores brasileiros, que com a sua dedicação vêm mudando a educação do país ano a ano. Com o constante engajamento na edificação de novas políticas para essa área estratégica para o desenvolvimento nacional autônomo, livre das amarras do passado, fazendo o presente com os olhos no futuro.

Os professores e as professoras diariamente reforçam suas energias para mudar a realidade descrita nos anos 1960 na canção “Meu Refrão”, de Chico Buarque, onde afirmava: “tive que fugir da escola aprender a lição”, em referência à escola autoritária, onde o aluno não era respeitado e os profissionais da educação desvalorizados. Atualmente os educadores lutam cotidianamente pela valorização profissional com um dos principais componentes de se criar uma educação emancipadora de consciências.

As conquistas têm se avolumado, mesmo com muito mais a conquistar. O Plano Nacional de Educação (PNE), foi aprovado e num prazo de 10 anos, o Brasil terá que investir 10% do PIB na educação, sendo que no ano passado forma investidos 6,2%, um recorde. Desde 2008, os educadores contam com o Piso Nacional do Magistério, no valor de R$ 1.697 em 2014. A luta agora consiste em reivindicar de prefeitos e governadores que cumpram a lei. Também foi determinado pela presidenta Dilma Rousseff e aprovado no Congresso a destinação de 75% dos royalties do pré-sal em educação.

Com o PNE, os trabalhadores e trabalhadoras da educação conquistaram a disponibilidade de 33,33% de sua jornada de trabalho para preparar atividades extraclasse, além de diversas outras conquistas e melhorias na formação dos professores. Com isso, os educadores brasileiros vêm conquistando cada vez mais respeito na sociedade. A palavra de ordem dos educadores da CTB é avançar nas conquistas para o país continuar trilhando o caminho da mudança, contra qualquer possibilidade de retrocesso. É essencial a valorização profissional dos educadores para a construção de uma educação cada vez amis inclusiva, rumo a uma escola de tempo integral para ampliar os horizontes culturais das novas gerações.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.