Sidebar

21
Dom, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

O Centro Nacional de Estudos Sindicais e do Trabalho (CES) em convênio com a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) finalizou na sexta-feira, 27 de janeiro, mais uma edição dos Cursos Nacionais de Formação Sindical, no Hotel Carlton Plaza, em Limeira-SP.

Reforma da previdência, saúde do trabalhador e funcionalismo público encerram curso do CES-CTB

Pela manhã, o Encontro Nacional de Formadores e Formadoras encerrou as atividades do 9º Curso de Formação de Formadores e Formadoras. Mais tarde, com os participantes do 6º Curso Nacional de Gestão Sindical e do 5º Curso Nacional de Lideranças Sindicais, foram realizadas as avaliações pedagógicas dos processos formativos, as conclusões finais e as entregas dos certificados.

Os cursos reuniram mais de cem participantes, sendo 58 mulheres e 48 homens, entre trabalhadores urbanos e rurais, dirigentes sindicais, assessores e militantes de diversas categorias, vindos de 10 diferentes estados brasileiros: Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Foram 39 horas de aulas, em cada um dos cursos, totalizando a presença de 22 professores, durante toda a semana dos processos formativos.

No encerramento, o coordenador-técnico do CES, Augusto Petta agradeceu a presença de todos e lamentou a ausência da coordenadora-geral da entidade, Gilda Almeida, que por motivos de saúde não pôde comparecer ao encerramento.

petta celina katia ces ctb

Petta destacou a performance realizada na finalização da avaliação por alguns participantes do Curso, com a música "Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores", do músico Geraldo Vandré. Relembrou seus tempos de juventude e a vivência durante os anos de ditadura.

“Me lembrei da minha época de movimento estudantil em que eu cantava essa música nas passeatas. Fui preso no Congresso da UNE em Ibiúna no ano de 1968 e não esperava agora ver outro golpe. Mas, infelizmente assisti outro golpe no Brasil e durante todo o período da ditadura, lutava e achava que dificilmente poderíamos chegar a superar aquele momento político e, no entanto aquele momento foi superado. Portanto, eu acho que hoje nós ao mesmo tempo em que sabemos das grandes dificuldades que temos, devemos ter convicção de que é possível superá-las e a nossa contribuição no terreno da formação é exatamente fazer com que os sindicalistas busquem se formar para levar em frente a nossa luta por uma sociedade mais justa e soberana”, concluiu Petta.

A coordenadora de comunicação do CES, Kátia Gaivoto cumprimentou a participação dos presentes e explicou a trajetória da entidade como um centro de formação urbana e que, ao longo dos anos, começou também a formar trabalhadores e trabalhadoras rurais.

ces curso limeira ctb

"Para nós a presença desses companheiros foi essencial e vocês puderam observar a participação de cada um durante o curso, o quanto eles têm a nos ensinar da organização até a mobilização, pois sempre fazem assembleia com mais de 500 trabalhadores presentes. É uma categoria que nós abraçamos, acolhemos e esperamos que em outras possibilidades, em outros cursos tenha uma presença ainda maior, visto que eles são fundamentais na construção dessa unidade, tanto do ponto de vista da CTB, onde eles representam 52% dos sindicatos filiados e para o CES, que com muito orgulho os recebemos aqui”, ressaltou Kátia.

Por sua vez, a secretária de Cultura e Formação da CTB, Celina Arêas também fez uma rápida análise sobre o momento político do país. "Estamos vivendo uma conjuntura muito difícil, complexa e incerta, mas nós precisamos atuar, fazendo uma resistência, não podemos desanimar. É necessário ter algumas estratégias para tentar vencer esse momento. Uma é a questão da formação, mas não adianta formar se eu não comunico. Então é preciso comunicar, passar para as outras pessoas, massificar aquilo que nós conhecemos, concordamos e temos convicção. Para isso é fundamental organizar, mobilizar. Não podemos perder em momento nenhum a esperança. Saio com a certeza de que nós vamos dar um salto de qualidade na formação da CTB, em convênio com o CES", observou Celina.

Finalizando o encontro ela, a secretária convidou todos os presentes para o Congresso da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), que será realizado entre os dias 24 e 26 de agosto, na cidade de Salvador, na Bahia, quando começam as comemorações dos 10 anos de existência da entidade.

Fonte: CES

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.