Sidebar

15
Seg, Out

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
ces_havanaNo período de 28 de março a 1º de abril, realizou-se em Havana (Cuba) o Curso Internacional de Formação de Formadores, promovido pelo Encontro Sindical Nossa América – ESNA.

O ESNA é um espaço internacional de participação dos trabalhadores e trabalhadoras, representados por Centrais Sindicais da América, inclusive a CTB.  Participaram sindicalistas e instrutores sindicais de Cuba, Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, Venezuela, Peru, México e Honduras.

Além das centrais sindicais representadas, estiveram presentes institutos de formação e pesquisa, dentre eles o Centro de Estudos Sindicais (CES). Do Brasil, participaram a professora Márcia Silva do Rio e os professores Reinaldo Reis (de Santa Catarina) e Augusto Petta (de São Paulo).

O ESNA estabeleceu um programa de formação, investigação e assistência técnica e o referido curso é parte integrante dessa iniciativa. Em Havana, a Escola de Formação de Quadros Sindicais “Lázaro Pena” – local onde foi realizado o curso – tem um corpo docente que trabalha em tempo integral. Foram esses professores que conduziram o curso, cujo objetivo é o de contribuir na formação de formadores e formadoras de toda a América, dotando-os de instrumentos metodológicos que possibilitem conduzir um processo de formação contínua em seus respectivos países.

Esse curso terá desdobramento em outros quatro: um no Brasil, reunindo sindicalistas e instrutores sindicais do Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai e Brasil; outro no norte da América, outro na Região Andina e outro na América Central. Além das bases metodológicas para a capacitação sindical fundamentadas na pedagogia participativa e do instrutor sindical como formador de consciência de classe, o curso teve como temas o ESNA como espaço de participação popular e os princípios de formação e principais manifestações na atualidade do capitalismo monopolista.

De acordo com Augusto Petta, a avaliação do curso é muito positiva. “Houve intensa participação dos presentes, motivados por métodos e técnicas que proporcionam situações em que os participantes devem opinar, contribuindo para a construção da aprendizagem de todos”, afirmou.
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.