Sidebar

22
Sex, Mar

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

 

Dezenas de sindicalistas estiveram durante três dias um grande aprendizado sobre o movimento sindical no III Curso de Formação Sindical. No último dia, no domingo (05) o professor Augusto Petta ministrou o tema “Concepções sindicais” para os alunos do módulo, e o tema “Projeto Nacional de Desenvolvimento e os Desafios do Movimento Sindical” foi aplicado para o módulo intermediário.

Turma de Formação Sindical conclui curso com êxito.

O curso organizado pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), no Pará, reuniu, em Belém, lideranças dos quatros cantos do Estado. Na avaliação dos participantes o curso acrescentou e agregou muito conhecimento para o movimento sindical paraense.

O aluno sindicalista, Edmilson Oliveira, veio do município de Marabá com mais cinco sindicalistas para fazer o curso, todos integrantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Marabá (Servimmar) estiveram atuantes e participantes no curso. “O curso foi muito bom, a didática aplicada dos professores teve muita interatividade, a gente sempre aprende muito. Posso afirmar que o maior desafio para o movimento sindical é organizar os trabalhadores na base e com esses novos conhecimentos criamos novas perspectivas”, conclui Edmilson.

Daniel Samarate, diretor da secretaria de política e formação da FUP, ressaltou a necessidade de expandir esses cursos para todo o Brasil. “O curso foi bem produtivo deverá ser levado para todos os lugares do país, através de multiplicadores com formação de formadores para que seja ampliado a todos os sindicatos filiados a CTB da capital e dos interiores. O curso demonstrou a valorização do socialismo e o fortalecimento do governo Dilma, apresentando uma política concreta aos trabalhadores”, ressalta.

A aluna Iolene Soares frisou que: “Achei importante o curso para a gente tomar consciência do nosso papel dentro da sociedade e do movimento sindical”. Após a entrega dos certificados aos participantes, o presidente da CTB-Pará, Marcão Fonteles, encerrou e informou que novas turmas devem ser feitas em Belém. “Temos consciência de que quem não domina a teoria, não pode aplicar na prática o conhecimento do movimento sindical”, fechou Marcão Fonteles.

Fonte: Isa Arnour
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.