Sidebar

23
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
Para marcar a luta por igualdade de direitos, fim da opressão e defesa do emprego, bem como conquistas políticas, econômicas e sociais alcançadas, é comemorado em 8 de março o Dia Internacional da Mulher. Por isso, este mês mulheres e movimentos sociais realizam inúmeros atos na Bahia.

Em Salvador, grande caminhada está sendo organizada pela UBM (União Brasileira de Mulheres), junto à CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) para homenagear as mulheres soteropolitanas. Até o final da semana, a programação e a data do evento devem ser confirmados.

Entre as reivindicações a serem levadas às ruas da capital baiana estão ampliação da rede de creches em tempo integral, redução da jornada sem diminuição de salário, ampliação da licença maternidade para seis meses, descriminalização do aborto, igualdade salarial, fim da violência doméstica.

MEMÓRIA

A data foi escolhida em referência ao incêndio na fábrica da Triangle Shirtwaist, em Nova Iorque, em 1911, quando 140 mulheres morreram. O Dia Internacional da Mulher foi muito comemorado durante os anos 10 e 20, mas esmoreceu, sendo revitalizado na década de 60.

Em 1975, designado como Ano Internacional da Mulher, a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a patrocinar o Dia Internacional da Mulher.

Site: SEEB/BA
0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.