Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Em defesa da igualdade e da equidade de gênero, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) se mobiliza em pelo menos 13 estados para as manifestações desta quinta-feira (8) - Dia Internacional da Mulher - no país.

“Nos 108 anos do Dia Internacional da Mulher, estamos nas ruas mais uma vez denunciando a violência que nos aflige”, afirma Celina Arêas, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB. “O Brasil continua sendo um dos países mais violentos, onde a cada 2 horas ocorre um feminicídio”, alerta.

 ACOMPANHE NOSSA GALERIA DE FOTOS: 

8 de Março pelo Brasil - CTB na luta!

 

Por isso, de acordo com Arêas, estão ocorrendo atos unificados contra “o desmonte de nossos direitos”. A sindicalista afirma ainda que as mulheres vêm se mantendo à frente das lutas por igualdade e por “um mundo sem violência e sem opressão”.

Mais uma vez, as mulheres dão o exemplo de atuação e se unem para combater o machismo, a desigualdade e a cultura do estupro.

Saiba onde ocorre a manifestação em seu estado:

Amazonas

ctb am 8m

Com o tema “Paralisação Internacional das Mulheres: perdas de direitos? Eu não aceito”, as amazonenses se concentram na Praça da Saudade, no centro de Manaus, às 15h. “A nossa luta é pelo bem viver de todas e todos e contra os retrocessos promovidos por esse governo ilegítimo”, diz Nailée Santos, secretária da Mulher da CTB-AM. Ela conta que o ato será unificado.

Bahia

mulher resistir transformar

As baianas realizam manifestações em diversos municípios do estado. Na capital Salvador, a concentração se dará na Praça da Piedade, às 13h.

A manifestação que promete ser grande une todas em defesa da emancipação feminina, pelo fim da violência contra a mulher, contra o racismo, o machismo, o ódio, a intolerância religiosa e todas as discriminações de gênero.

Ceará

Grande manifestação em Fortaleza, na Praça da Bandeira, com concentração ás 8h30 da manhã.

Distrito Federal

ctb df 8m

As brasilienses se unem para a vida das mulheres ser respeitada. “Ao mesmo tempo lutamos contra o golpe de Estado que acabou com a democracia e com os direitos da classe trabalhadora, em especial das mulheres e dos negros”, afirma Berenice Darc, secretária da Mulher da CTB-DF. A manifestação começa em frente ao Museu Nacional da República, no centro de Brasília, às 14h.

Maranhão

ctb maranhao caminhada 8m

A secretária da Mulher da CTB-MA, Sandra Maria Ferreira Gonçalves explica que a conjuntura e a repressão às mulheres, “determina a nossa unidade para sermos mais fortes porque a violência já extrapola o impensável”.

As maranhenses se concentram em frente ao Colégio Liceu Maranhense, no centro da capital São Luís, às 15h30. A CTB e todas as centrais sindicais marcham juntas pelo bem viver e pela cultura da paz.

Minas Gerais

ctb mg abertura da semana do 8 de marco no municipio de bugre

A CTB-MG participa ativamente junto com o Fórum Estadual das Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais de Minas Gerais das manifestações do 8 de março – Dia Internacional da Mulher – unificado com os movimentos sociais.

“Todas juntas para derrotar a opressão, a desigualdade e a violência”, diz Alaíde Moraes.

“Temos manifestações em todo o estado no campo e na cidade pela renovação do Congresso Nacional nesta eleição, principalmente aumentando a bancada feminina para combatermos os retrocessos em nossos direitos”, conclui.

As mineiras tomam a Praça Sete, no centro de Belo Horizonte, a partir das 10h da manhã, com extensa programação, onde ocorrem debates, apresentações culturais e muita reflexão sobre como acabar com o machismo.

Pará

A concentração das paraenses começa às 8h30, na sede do INSS, na avenida Nazaré, no centro de Belém. Com ato unificado e caminhada pelas ruas da cidade. Atividades com falas, manifestações artísticas, muita animação e muita reflexão sobre o empoderamento das mulheres.

39797970005 3ed4915c7d o

 

Paraíba

As paraibanas decidiram realizar manifestações pelos municípios, mas ocorrerá grande manifestação em João Pessoa, a partir das 9h.

Paraná

Acompanhe toda a programação aqui.

A CTB-PR participa juntamente com as outras centrais sindicais e com os movimentos sociais dos atos ao longo do Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira (8), no centro de Curitiba e em diversos municípios.

A concentração para a grande marcha acontece na Praça da Mulher Nua, a partir das 16h30. As mulheres saem pelas ruas da capital paranaense às 18h15 e encerram o ato com show do grupo feminista Horrorosas Desprezíveis na Boca Maldita.

Pernambuco

ctb pe 8m

Recife será tomada pelas "Mulheres por um novo projeto de Brasil", a paritr das 16h, no Parque 13 de Maio.

Rio de Janeiro

ctb rj 8m 1

As cariocas prometem um grande ato unificado para tomar a capital fluminense, com o tema “Mulheres na luta por uma democracia feminista e popular”. De acordo com Kátia Branco, as mulheres do Rio de Janeiro estão mais unidas do que nunca “contra a intervenção militar no estado, contra os retrocessos, em defesa da vida das mulheres e contra a cultura do estupro”.

A concentração da marcha unificada ocorre na Candelária, às 16h. “Este 8 de março promete. Vamos bagunçar o coreto do machismo e balançar o patriarcado. Vamos á luta para conquistar nossos espaços".

Rio Grande do Sul

card mulheres ctb rs

A CTB-RS une-se às trabalhadoras do campo e da cidade e realiza grande ato unificado no Dia Internacional da Mulher em Porto Alegre, nesta quinta-feira (8), a partir das 7h da manhã. “Marchamos contra as reformas trabalhista e da previdência, que aprofundam as desigualdades sociais, atingindo diretamente as mulheres”, afirma Lérida Pivoto Pavanello, secretária da Mulher da CTB-RS.

A concentração da grande caminhada pelo centro de Porto Alegre começa às 17h, na Esquina Democrática. A participação de todas e todos é fundamental.

Santa Catarina

As trabalhadoras de Santa Catarina começam as manifestações às 8h da manhã no Largo da Alfândega, centro de Florianópolis. “O nosso ato pretende mostrar a importância de a mulher ocupar os espaços públicos”, diz Valfrida de Oliveira, secretária da Mulher da CTB-SC.

“Estaremos debatendo todos os temas que possam nos levar a reflexões sobre como melhorar a vida das mulheres”, acentua. A marcha pelas ruas da capital catarinense começa às 17h.

São Paulo

ctb sp manifestcao mulheres 8m

As paulistanas se concentram na Praça Osvaldo Cruz, às 16h. Em seguida saem em marcha pela avenida Brigadeiro Luís Antonio para encontrar as educadoras e educadores municipais de São Paulo e marcharem até a avenida Paulista, encerrando o ato em frente ao gabinete da Presidência da República.

Leia mais

Sedin convoca paralisação no dia 8 de março contra administração de João Doria. Assista!

“Lutamos pela volta da democracia, pela revogação da reforma trabalhista, pelo engavetamento da reforma da previdência, contra a cultura do estupro, a discriminação, o assédio sexual no transporte público, nas ruas e no ambiente de trabalho”, conta Gicélia Bitencourt, secretária da Mulher da CTB-SP. 

Sergipe

ctb se mulheres em luta 8m

Mulheres na luta e resistência contra a violência, por direitos e democracia. Esse é o lema da manifestação pelo Dia Internacional da Mulher em Aracaju, marcada para esta quinta-feira (8), a partir das 7 horas, no Terminal do Distrito Industrial (DIA), zona sul da capital sergipana.

Após panfletagem, as feministas caminham até o Palácio dos Despachos onde será entregue uma carta ao governador sergipano com diversas reivindicações pelos das mulheres.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault