Sidebar

23
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Considerada histórica, a Marcha das Mulheres, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (18), abriu a Cúpula dos Povos e conseguiu reunir mais de 5 mil mulheres e homens que caminharam pelas ruas da região central do Rio de Janeiro exigindo justiça social, igualdade de direitos e respeito. Na pauta específicas de mulheres, também estão a inclusão nos espaços de poder, a legalização do aborto, o fim da mercantilização de seus corpos e do preconceito e descriminação.

dsc027098
Com a participação da CTB e da União Brasileira de Mulheres (UBM), mulheres de todas as partes do Brasil e de diversos países iniciaram por volta das 10h, em frente ao Museu de Arte Moderna (MAM), no Aterro do Flamengo, onde se concentram as atividades da Cúpula. Com batucada, gritos, bandeiras, faixas a mobilização terminou no Largo da Carioca, centro do Rio, onde lideranças discursaram no carro de som do evento.

“A marcha é um grito das mulheres na Rio+20 para chamar a atenção das autoridades para que o documento que saia do evento não pense só no equilíbrio do meio ambiente , mas que pense na participação ativa das mulheres nesse processo . Entre as nossas propostas está a inclusão de crédito para que elas possam buscar o desenvolvimento sustentável no campo, na floresta, no campo e nas cidades. Também lutamos pela igualdade na participação política, na segurança alimentar , contra os agrotóxicos”, declarou Raimunda Gomes, a Doquinha , secretária da Mulher Trabalhadora da CTB.

marcha_faixa_ctb

Ela ressaltou ainda que as propostas beneficiam não somente as mulheres, mas o conjunto da sociedade. “Como o espaço da Cúpula não tem tanta influência quanto gostaríamos na Rio+20, queremos que a marcha sirva de alerta que aqui dessas tendas estão saindo propostas ricas que podem enriquecer e contribuir com o documento final que sairá daqui para que tenhamos mais motivos a comemorar nos próximos 20 anos, tendo em vista que o homem e a mulher estão inclusos no meio ambiente”, afirmou.”

Doquinha ressaltou ainda a importância da defesa da igualdade de direitos. "Vamos continuar a nossa marcha pelos direitos da mulher e pela igualdade. Viemos mostrar nossa força e que unidas somos infinitamente mais fortes", disse.

SAM_0827

Opinião compartilhada pela secretária de Meio Ambiente da CTB, Socorro Nascimento, que afirma que o desenvolvimento que o país precisa passa pela igualdade. “Não adianta falar em desenvolvimento sustentável sem levar em conta a soberania de cada um dos povos. Nesse contexto cabe incluir o empoderamento das mulheres e, claro, incluir a discussão de temas básicos. Não há desenvolvimento sem acesso à terra e aos recursos hídricos”, destacou a sindicalista.

cupula_marcha

Marco na luta feminista

No clima da Rio+20, as manifestantes usaram garrafas plásticas, vasilhas e baldes como tambores. Com rostos pintados, as mulheres chamaram a atenção de turistas e publico que visita a Cúpula dos Povos.

Representantes de 31 movimentos de mulheres participam da marcha no Rio de Janeiro. Uma delas é a artesã Fátima Souza, que veio do Maranhão reivindicar os direitos das mulheres negras. Ela disse que enfrentou três horas de viagem até o Rio.

marcha1
AgenciaBrasil180612_MAC5240


"É um marco para nos mulheres. Pedimos o nosso direito se igualdade, mais respeito, principalmente ao povo quilombola. A mulher negra também quer seu espaço na sociedade. A nossa batalha é grande, difícil, mas não impossível de vencer. A gente quer igualdade social", afirmou Fátima.

A Cúpula dos Povos acontece paralela à Rio+20, onde organizações da sociedade civil discutem temas relacionados à Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável. A organização espera reunir 18 mil pessoas.

A atividade se estende até o sábado (23) e ainda inclui mesas, palestras debates, com destaque par a grande marcha global, que acontece na quarta-feira (20).

Confira o calendário de atividades da CTB:

Dia 19/06 às 10h - Plenária da CTB
Local: Auditório do Sindicato dos Correios – Av Presidente Vargas nº502 / 14º andar.

Dia 20/06 às 15h - Mobilização global com passeata
Local: Concentração na AV-Rio Branco com AV-Presidente Vargas

Dia 21/06 das 11h às 15h - Seminário “Desenvolvimento Soberano com valorização do Trabalho e Sustentabilidade Sócioambiental”
Local: Armazém 1 do Píer Mauá. Avenida Rodrigues Alves nº10 Praça Mauá.
Debate com convidados internacionais: PIT-CNT do Uruguai, CTC de Cuba e CTA da Argentina

Outras atividades:

Dia 21/06 das 11 às 15h - Atividade da CONAM - Sobre reforma urbana no desenvolvimento econômico social: Pelo direito à moradia, ao saneamento, água e energia com sustentabilidade.
Local: Espaço arena da barra – auditório ARN 1

Dia 22/06 das 10h às 14h -  Assembleia dos povos - Encerramento

Cinthia Ribas - Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.