Sidebar

23
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Madalena Gausco Peixoto e Doquinha distribuindo material da CTB no evento

No sábado (12) e no domingo (13) ocorreu em Lisboa, Portugal, o 2º Encontro de Mulheres Sindicalistas da Comunidade Sindical dos Países de Língua Portuguesa (CSPLP). A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) foi representada por Raimunda Gomes, a Doquinha, secretária de Comunicação da central e pela dirigente Madalena Guasco Peixoto.

De acordo com Doquinha, o encontro teve a participação de 44 mulheres, representando 11 centrais sindicais de países da África, América, Ásia e Europa. Além da CTB, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical enviaram representantes.

O encontro divulga uma carta com os parâmetros da luta por igualdade entre os gêneros (leia a íntegra da carta aqui). Além dessa disso, deliberou pela criação de um comitê de apoio à secretaria da mulher formado por uma mulher de cada continente, para ajudar a elaborar as políticas de gênero para a CSPLP.

Doquinha conta que foram distribuídos kits com as publicações da CTB. “Em nossas falas reafirmamos a necessidade de perseguirmos a equidade de gênero, não apenas inserindo as mulheres, mas fundamentalmente a inserção em cargos de poder”, reforça.

Ela explica também que as sindicalistas brasileiras denunciaram “o golpe na democracia e a retirada de direitos da classe trabalhadora que está em marcha no Brasil. Assim como o retrocesso no que tange às conquistas das mulheres, inclusive, o aumento da violência, após as manifestações dos conservadores que apoiaram o golpe”.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.