Sidebar

15
Seg, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, vários movimentos se reuniram para fazer uma grande caminhada, ontem (6/3) pela manhã, em Curitiba. O evento fez parte da Marcha Mundial da Mulher (MMM), que está ocorrendo em cerca de 50 países até o dia 18.


A ideia foi lembrar dos diversos problemas aos quais as mulheres são submetidas, como a violência, o salário menor do que o dos homens, a dificuldade de acesso à creches para os filhos, entre outros. Com camisetas de cor lilás - que era a cor dos guarda-pós das operárias há 100 anos, quando iniciou a comemoração no dia 8 de março -, o grupo saiu da Praça Santos Andrade, no centro, e foi até a Boca Maldita.



Passeata de grevistas em Petrogrado (S. Petersburgo), na maioria mulheres, reprimida pelo tzar resulta em 1.500 mortos, e é o estopim da Revolução de Fevereiro (o calendário russo é 13 dias atrasado). Em 1921, decreto de Lênin na Rússia soviética institui a data como Dia Internacional das Mulheres.



Show

No Dia 8 de Março, o show Faces de Mulher  ocorreu no Guairinha. Na ocasião, as cantoras Janaina Fellini, Raquel Santanna, Simone Magalhães, Clarice Mendes, Maria Isabel Corrêa e Zezé Chagas apresentarão o trajeto feminino ao longo das transformações e da consolidação de sua presença na música paranaense e brasileira. Além da música, o público também pode conferir as esculturas da artista plástica Graciela Scandurra.



0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.