Sidebar

16
Ter, Jul

Fonte
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

As mulheres vão para as ruas neste Dia 8 de Março, em todo o Brasil, para mostrar que querem mais liberdade, mais democracia, mais justiça, em suma querem fazer valer a voz feminina nas decisões que afetam a vida das brasileiras e brasileiros. Para marcar o Dia Internacional da Mulher e reforçar bandeiras como a igualdade de direitos, contra a violência, por mais creches e emlhores salários serão realizadas atividades nas principais capitais brasileiras.

Confira o informe em alguns estados:

O ato das mulheres em São Paulo promete levar milhares de pessoas, para as ruas da metrópole. A concentração acontece no prédio da Gazeta, na Avenida Paulista, a partir das 10h – (a CTB e outras entidades se concentrarão às 9h em frente ao Bradesco – Av. Paulista, 52 - próximo ao metrô Brigadeiro e seguiram em passeata até a Gazeta).

“Estaremos nesse ato defendendo mais respeito às mulheres em todos os seus direitos como o de poder decidir sobre suas vidas, sem serem molestadas”, realça Ivânia Pereira, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB. O Brasil é o sétimo país no ranking da violência contra a mulher. Para Ivânia, é uma questão cultural que se combate com políticas públicas abrangentes, que propiciem espaço para todas e todos, sem distinção. "Só não pode haver espaço para a violência e para o ódio", reforça.

No Rio Grande do Norte, a CTB e os sindicatos filiados organizaram importante atividade com extensa programação em homenagem ao 8 de março,. O Sindicato dos Trabalhadores em Confecções do RN já está distribuindo material reflexivo na porta das fábricas sobre a luta das mulheres por mais e melhores oportunidades de trabalho, igualdade social e contra a violência doméstica.

Ainda será organizada uma festa reflexiva alusiva a data, a partir das 9h, na Associação Recreativa dos Funcionários dos Correios (Clube dos Correios), na oportunidade será servido uma feijoada, terá música ao vivo, apresentação do Grupo Absoluta composto por Mulheres da Polícia Militar do RN, além da exposição e autógrafo do Livro “Poemas para: Rimar, Amar e Lutar !” de autoria do sindicalista Jucelin Bezerra.

Na Bahia, a CTB integra no próximo domingo (08), a Caminhada Mulher, Saúde e Liberdade, a partir das 07h, no Dique do Tororó. A ação tem como objetivo celebrar o Dia Internacional da Mulher e renovar a luta feminista. Para isso, além de uma agradável caminhada em um dos pontos turísticos mais queridos de Salvador, também serão oferecidos serviços gratuitos para as mulheres que estiverem reunidas no local.
No Rio de Janeiro atividade, organizada pelo Fórum das Centrais Sindicais, prevê a participação de centenas de mulheres na Quinta da Boa Vista, das 10h às 15h.

Fazem parte da programação atividades culturais, teatro, muita música, dança, desfile de moda afro, além dos pronunciamentos políticos e distribuição do manifesto com as propostas das mulheres.

Na Região Sul a Comissão de Mulheres Trabalhadoras Rurais da Fetag (Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Rio Grande do Sul) e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais estão organizado no Estado inúmeros encontros Inter-Regionais, Regionais, Intermunicipais e Municipais para as comemorações do Dia Internacional da Mulher. A expectativa dos organizadores é de uma participação acima de 50 mil pessoas em todo o Rio Grande do Sul. Diversos os temas que servem de reflexão farão parte, além de atividades culturais, danças, entre outros. Um dos momentos especiais é o lançamento da Marcha das Margaridas, que ocorrerá nos dias 11 e 12 de agosto, em Brasília.

Para marcar a data em Minas Gerais, a CTB participa das atividades que comemoram e debatem as questões femininas. No domingo, movimentos sociais e sindicais organizam a atividade “Pela ampliação do leque de direitos”, com concentração a partir das 10 horas na Praça Afonso Arinos, em frente à faculdade de Direito da UFMG. A intenção é realizar um bloco, com todas as participantes vestidas de lilas, para interação das bandeiras de luta com os frequentadores da tradicional feira Hippie em Belo Horizonte.

Portal CTB

0
0
0
s2sdefault

Quer saber o que acontece no movimento sindical e no mundo do trabalho?

Digite seu nome e e-mail para receber gratuitamente nosso informativo.